ORTODONTIA

Especialidade responsável pela correção da posição dos dentes e dos ossos maxilares. O principal objetivo não é estético, mas sim garantir a mastigação e funcionalidade oral através de aparelhos dentários.

TRATAMENTOS


PREVENTIVA
Prevenção de potenciais problemas que podem ser percebidos em crianças, durante o seu crescimento (normalmente utiliza-se aparelhos removíveis).
INTERCETIVA
Tem como objetivo ‘parar’ o desenvolvimento do problema. O ortodontista percebe que a criança ou adolescente começa a desenvolver um problema e com o aparelho (fixo ou removível) procura travar a situação.
CORRETIVA
É a mais comum e procura corrigir um determinado problema. É feita em adolescentes e adultos, com recursos a aparelhos fixos (o mais frequente).

AVALIAÇÃO SEM COMPROMISSO


Na avaliação, o Médico Dentista determina qual é o tratamento mais adequado à necessidade de cada paciente, tendo em conta:

- se pretende um tratamento estético (invisível);
- se deseja um aparelho fixo ou removível;
- e qual o custo que está disposto a pagar.

SOLUÇÕES ADEQUADAS A CADA NECESSIDADE


APARELHOS FIXOS
Metálico, cerâmica, safira ou auto-ligado;
APARELHOS REMOVÍVEIS
Geralmente utilizado por crianças até 12 anos;
ALINHADOR DENTÁRIO
Alinhador transparente, estético e removível (Invisalign ou OrthoAligner);
EXPANSOR FIXO PALATINO
Utilizado em crianças dos 7 aos 11 anos

PROCESSO DO TRATAMENTO



A primeira consulta de avaliação em ortodontia deverá ser feita na pré-adolescência de forma a atingir os resultados com maior facilidade. No entanto, todos estão a tempo de corrigir a posição dos seus dentes, com qualquer idade. Após a consulta de avaliação, caso a indicação médica seja para utilização de aparelho dentário, é feito um estudo prévio personalizado ao paciente. São realizados modelos, fotografias intra e extra-orais e exames radiológicos, que permitem planear o tratamento de forma a obter o resultado pretendido

Numa segunda fase, são colocados os brackets no caso de aparelhos fixos. Os brackets são peças metálicas ou cerâmicas, colocadas sobre os dentes para colocá-los na posição correta. Este é um processo indolor e só após colocação o aparelho é que os dentes vão iniciar o processo de posicionar-se corretamente.

As consultas de controlo têm como objetivo verificar o processo, e a evolução do caso. É também nesta consulta que são trocados os arames, os elásticos e feita a higienização do aparelho.

Quando o resultado desejado é atingido, provavelmente dois anos depois da colocação do aparelho, é então retirado e feita uma higiene oral. Nesta consulta são também feitos os moldes para os aparelhos de contenção

A utilização dos aparelhos de contenção tem como objetivo manter os resultados obtidos no final da correção ortodôntica. As contenções ortodônticas utilizam-se para o resto da vida. Nesse sentido, é de extrema importância realizar um controlo, semestral, de forma a verificar se as contenções continuam adaptadas, e de forma a evitar recidivas